quarta-feira, 26 de maio de 2010

Carroças, já passamos da hora de discutir o assunto?





Acabo de receber um e-mail da Colombia, onde o PETA faz abaixo assinado para proibição do uso de carroças no país, quem quiser participar bastar enviar seus dados para peta2@peta.org .
O assunto das carroças já passou da hora de ser discutido no Brasil, tenho a plena consciência de que pessoas mais humildes usam carroças, mas como em sua maioria não sabem usar com respeito os animais que são a fonte de seu sustento, acredito que não podemos mais conviver com as crueldades que os animais sofrem no trabalho forçado, peincipalmente nas áreas urbanas. São comuns os casos de cavalos que depois de velhos são abandonados por seus donos, estes animais acabam morrendo de fome e sede, outros são causadores de acidentes em vias públicas. Sempre vejo os agentes do Centro de Controle de Zoonoses fazendo socorro destes animais nos mais diversos pontos da cidade. Ai eu pergunto, onde está o respeito pelo animal? Um animal que passa toda sua vida servindo ao dono para o trabalho, e na sua velhice é descartado como lixo. Os carroceiros sem sua maioria são causadores de maus tratos, infringindo a Lei, não obedecem a regras de trânsito, fazem sujeira e dão um grande mau exemplo as nossas crianças. Como vamos ter uma geração que tenha respeito com os animais se não proibimos atitudes como estas?

Se concordam comigo deixem seu recado aqui no site.

13 comentários:

  1. Caro Flávio, em vários países do mundo, e na cidade de Porto Alegre, o uso dos cavalos como animais de tração está proibido. Na Colômbia, está sendo substituído por carrinhos elétricos, pois uma lei que determinha a proibição. Em POA, ainda não foi implantada a lei. Em Foz do Iguaçu - PR, já se desenvolve um projeto de adoção dos carrinhos elétricos. Assim, é hora de discutir isto.
    Laelia Tonhozi
    Movimento SOSBICHO - Curitiba

    ResponderExcluir
  2. Eu morro de pena deles, ontem mesmo passei por um carroceiro, que estava batendo no cavalo com uma corrente, fez o chicote de corrente! Um absurdo! Só não pude fazer nada, pq era de noite, e ele aparentava estar mto drogado!

    ResponderExcluir
  3. Flavio, concordo plenamente com você, ja passou da hora de nossa cidade ter Lei proibindo animal de tração,a principio estou pensando localmente, eles causan acidentes, sofrem acidentes pois a grande maioria são conduzidos por menores, e estes animais que trabalham a vida inteira servindo ao homem, depois são vendido para frigorificos para serem sacrificados, absurdo! e este blá,blá que é instrumento de trabalho dos humildes, ja vou até sugerir! a prefeitura pode fornecer carrinho de mão para estas pessoas o carrinho ja sai emplacado e cadastrados, e estas pessoas podem ser cadastradas na cooperativa de reciclados.
    Clarice Rodrigues
    APARU

    ResponderExcluir
  4. vai trabalhar que vc ganha mais vagabundo

    ResponderExcluir
  5. Anônimo das 11:18. Valeu pelo apoio. São pessoas assim que me fazem feliz, pois a cada um que falam bobagem tem 1.000 que me apoiam. Obrigado por tudo.

    ResponderExcluir
  6. Flavio,vamos fazer um abaixo assinado para livrar os cavalos desses carroceiros cruéis,que alem de maltratar os animais colocam eles em risco no trânsito perigoso de Maringa.Conte comigo e com milhares de pessoas que lutam pela causa animal!!

    ResponderExcluir
  7. É isso aí, Flávio! O desrespeito c/ esses animais é, realmente, muito grande! Eu e vários colegas já assinamos o abaixo-assinado!
    E obrigada por divulgar o pedido de ajuda da Peladinha! Hiolanda

    ResponderExcluir
  8. Elizabete laet de Santana27 de maio de 2010 19:17

    ACHO QUE DEVERIA EXISTIR LEIS PARA PROIBIR O USO DESSES ANIMAIS. ME DÓI O CORAÇÃO DE VER.

    ResponderExcluir
  9. Concordo plenamente , sou contra os abusos que o ser humano fazem contra os cavalos, queria poder fazer com os proprietarios a mesma coisa que eles fazem com os animais para poderem sentir quando sofrimento... chego a ver no olhar dos cavalos um pedido de ajuda.

    ResponderExcluir
  10. Olá Flávio... fico feliz com sua iniciativa e gostaria de parabenizá-lo por colocar sua cara a tapa, mas sempre tem algum infeliz (como o nosso amigo anônimo das 11:18 que não sabe respeitar um animal e acredito que nem um ser humano)que ao invez de ajudar critica... Amigo anônimo: " Quem não ajuda... faz parte do problema" ...
    Presidente da Aproama (Associação de Proteção aos Animais de Marialva)

    ResponderExcluir
  11. Boa presidente, me passe mais dados da Aproama pra gente divulgar aqui no site.

    ResponderExcluir
  12. Ednilce Paris de Oliveira31 de maio de 2010 00:04

    Caro Flávio, sou a favor de sua iniciativa, e gostaria de ver leis mais severas para acabar com os abusos que certos seres "humanos" praticam contra os animais.

    ResponderExcluir